Comunicação

Alguém fala A. Essa mensagem, já encharcada pelo trauma, passa pela lente do trauma do outro e chega no destino como Z.

O trauma e suas ativações DISTORCEM as falas, que DEIXAM DE SER COMUNICAÇÃO E SE TORNAM AMEAÇAS À SEGURANÇA dos sistemas de ambos.

A sequência disso, muitas vezes, é um CICLO de não-comunicação violenta, ineficaz, insegura e ativadora que pode terminar na ruptura de relações.

Compreender terapeuticamente a ORIGEM dos traumas é uma forma sadia de ir no cerne desses distúrbios de comunicação nos relacionamentos.

Antes de mudar a forma de falar, é necessário transformar energeticamente quem está falando e quem está ouvindo.

Previous articleTransição para regulação
Next articleVórtice do trauma e ativação global x Grounding (aterramento), regulação e presença

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *